Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Tradição Gaúcha

Publicado em 12/05/2022 às 15:28 - Atualizado em 12/05/2022 às 15:28

A cultura tradicional de Praia Grande, e praticamente de toda a região dos Aparados da Serra é oriunda das raízes do tradicionalismo Gaúcho. Esse traço é uma herança dos colonizadores gaúchos e pela proximidade que a idade tem com o Estado rio-grandense.

 

Avé-Lallemant, médico alemão, que chegou aparticipar da expedição da fragata austríaca "Novara" comandada por Alexandre Von Humboldt no século XIX, escreveu no ano de1858 que o "mate é o símbolo de igualdade social, o símbolo da paz, da concórdia, do completo entendimento, o mate! Todos os presentes tomaram o mate. Não se creia, todavia que cada um tivesse sua bomba e sua cuia próprias. Nada disso! Assim perderia o mate toda sua mística significação". Desde os mais remotos tempos, indígenas que habitavam o sul da América, cultuaram o habito de beber o mate.

 

Os ritmos musicais e as danças de salão, como xote, o bugio, a vaneira, a rancheira, chamamé e a milonga, são usados nos bailes tradicionais. Enquanto que as danças folclóricas de apresentação artísticas, das invernadas utilizam outros ritmos e coreografias, como a Rancheira de Carreirinha, Pezinho, Cana Verde, Tirando o Lenço, Tatu, Anú, totalizando mais de vinte músicas e danças coreográficas.

 

A festa tradicional e popular é o rodeio crioulo, que basicamente se divide em artístico e campeiro. Campeiro é o tiro de laço; e artístico, envolve não só a dança, mas a poesia, a chula, canção, instrumental, violão e gaita. Além do rodeio, ao longo do ano existem os torneios de tiro de laço, os bailes na sociedade, uma copa municipal de laço e a semana farroupilha como elementos da tradição gaúcha. Os inúmeros piquetes espalhados pelas comunidades rurais e a integração do planalto serrano com as férteis terras da planície demonstram a força do movimento tradicionalista.

 

O costume de tomar o chimarrão, a roupa típica, a indumentária, a bombacha, as botas, o lenço, o rodeio crioulo, a semana farroupilha, os grupos folclóricos de dança, as invernadas artísticas, seus hinos, os Centros Tradicionais Gaúchos - CTG, os tratos com cavalos e cuidados com as criações são marcas da força tradicionalista gaúcha em Praia Grande.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura.

Obras Consultadas: Cânions e História:

Comunidade Tradicional, Cultura Popular e Ecologia nos Aparados da Serra, de Frank C Lummertz.

Fotos: Danilo Barretto; Informativo Regional.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar